TU Berlin

INNOVATESP4 Biodiversidade / Serviços ambientais

Shows the INNOVATE project Logo

Inhalt

zur Navigation

SP4 Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos

Lupe

Estrutura do Sub-Projeto

Esse subprojeto é subdivido em outros três módulos de pesquisa: RM1 - Biodiversidade vegetal e sequestro de carbono; RM2 - Biodiversidade animal e controle de pestes; RM3 - Biodiversidade aquática e abastecimento de água. Juntos, os RMs fornecem uma avaliação da biodiversidade aquática e terrestre. Os objetivos gerais são, por um lado, otimizar as trocas entre os serviços ecossistêmicos e a conservação da biodiversidade e, por outro lado, recomendar estratégias inovativas do uso da terra. Especificamente, objetivamos explorar:

  • O impacto das práticas do uso do solo nos padrões de  diversidade da fauna e flora da área de estudo
  • O potencial da vegetação da caatinga para o sequestro de carbono, reflorestamento e produção de bio carvão
  • A relevância da biodiversidade da fauna no controle de pestes em novas plantações
  • O potencial das zonas de margem dos reservatórios como um sistema de amortecimento para o abastecimento de água

Clique nos links seguintes para acessar mais informacoes elaborados pelo projeto: Cartilha Zé da Jia, Cartilha Caatinga, Cartilha Dias de Educação, Relatório Serra da Canoa e presentações (veja em baixo).

Resultados Principais

Os resultados mostram um impacto negativo do pastoreio pesado sobre adiversidade de plantas e da herpetofauna e nos estoques de C no solo e na vegetação. No entanto, pastoreiode animais em cargas intermediárias podem contribuir para a conservação de espécies típicas da região se habitats de origem estiverem protegidos. A estrutura populacional de espécies-chave de árvores implica em uma expansão dos habitats de caatinga na área de estudo.

Agricultura de irrigação adiciona um novo componente para a paisagem com um conjunto de espécies particular, porém homogêneo, e um turn-over pronunciado em comparação com a vegetação original. Além disso, o uso agrário com irrigação leva a um ganho notável no estoque de biomassa C, mas também na afluência e nutrientes para o rio. Este último é agravado pela alteração dos níveis de água, que também aumenta a eutrofização por remobilizar os nutrientes.

Nossos resultados se enquadram também em âmbitos maiores, como por exemplo a Convenção Sobre Diversidade Biológica. Na Conferência das Partes (COP) 13 em 2016 em Cancún (Mexico), Innovate foi representado por Arne Cierjacks, quem apresentou como a nossa abordagem de adaptação do uso da terra orientado aos partes interessada pode contribuir a implementar o programa da biodiversidade 2011-2020 e as suas metas de Aichi. O pôster da apresentação (inglês) pode ser baixado aqui

Conclusão

Para atenuar as consequências negativas da mudança climática através de uma cobertura de vegetação alta, a pastagem deve ser realizada com baixa carga animal. Conversão à terra agrária deve, além disso, focar-se na produção sustentável de culturas perenes (coco, banana, goiaba), o que inclui evitar o uso de herbicidas em plantações de coco e banana e a preferencia pelo adubo orgânico (estrume de cabra). Além disso, as margens do campo desempenham um papel importante para a biodiversidade agrária e devem ser preservadas. Para a gestão da água do reservatório, um nível de água constante é preferível, a fim de minimizar a remobilização de nutrientes (N, P) para o corpo d’água. Em geral, a atual estratégia de conservação que combina a delimitação de áreas prioritárias (Serra da Canoa) e reservaslegais espalhados para a facilitação da migração de espécies parece promissora para o aumento da resiliência às alterações climáticas da área de estudo e faz parte de nossa estratégia de implementação. 

Navigation

Direktzugang

Schnellnavigation zur Seite über Nummerneingabe